As razões para usar o KERATEC na visão de um especialista

17 de dezembro de 2018 • Por: Portceramic Brasil

Ao investir em uma reforma ou construção, alguns fatores são essenciais e, cada dia mais, levados em consideração pelos empreendedores. Os materiais utilizados precisam ser duráveis, práticos, resistentes, seguros e, claro, proporcionarem um design diferenciado aos ambientes. Por isso, cada vez mais pessoas têm optado por revestimentos técnicos cerâmicos confeccionados pelo método de extrusão, o chamado KERATEC.

A reportagem foi atrás de quem conhece o assunto, com anos de experiência no mercado, para tirar dúvidas de empreendedores a respeito do KERATEC. A proposta foi de saber o que, de fato, faz deste revestimento técnico cerâmico extrudado a melhor alternativa disponível no mercado brasileiro para quem busca estabelecer uma vantajosa relação custo-benefício.

Márcio Bradaschia, profissional de marketing e administração de vendas, já trabalhou com pisos reconhecidos nacional e internacionalmente e não tem dúvidas em afirmar: o KERATEC é o melhor de todos. Vamos descobrir as razões a seguir.

1. Por que eu devo comprar o porcelanato técnico da Portceramic – KERATEC – e não outro que o mercado me ofereça e que seja mais barato?
KERATEC, que é o Porcelanato Técnico comercializado pela Portceramic, é marca mundial , com reconhecimento global de ser um produto desenvolvido para atender exigências extraordinárias, alta resistência química, alta resistência mecânica, alta resistência a manchamento e absorção, e calibrado. Os produtos nacionais não evoluíram até esse patamar. O produto KERATEC é atestado globalmente por Normas ISO, por Laudos Internacionais de Sustentabilidade e aqui no Brasil por Ensaios e Laudos realizados na UFSCar e no Senai. Nenhum produto nacional é calibrado, e isso faz com que esses nacionais tenham de usar muito mais rejunte técnico, sem contar o fato de que a estética fica altamente comprometida.

2. O que diferencia o porcelanato técnico da Portceramic – KERATEC – de outros materiais que também são vendidos como piso industrial técnico?
Existem no mercado brasileiro alguns porcelanatos, ditos técnicos, que são produzidos no sistema de prensagem – isso fatalmente traz aos mesmos alguns fatores de instabilidade tais como menor resistência mecânica, problemas de empeno, além do fato de que no processo extrudado você consegue produzir as peças especiais côncavas ou convexas, rodapés, cantos, cantoneiras, fato esse que não se consolida na produção de prensados.

3. Faz realmente diferença o fato de o porcelanato técnico da Portceramic – KERATEC – ser extrudado? Que vantagens isso traz para quem compra esse piso?
Quem busca comprar um revestimento técnico extrudado busca uma solução definitiva , de longo alcance. O nível de resistência em todos os quesitos exigidos numa obra de complexidade técnica, alta durabilidade e beleza estética, só são alcançados por KERATEC.

4. Existem testes que comprovem a eficiência do porcelanato técnico da Portceramic?
Somos credenciados globalmente pelas ISO 9001 e 14001. Aqui no Brasil entre laudos e ensaios, temos um total de 20 (vinte) documentos pontuais e mais 8 (oito) laudos de sustentabilidade.

5. Áreas internas ou externas? Onde o porcelanato técnico da Portceramic – KERATEC – é mais recomendado? Por que?
Em ambas. Internamente é solução para toda e qualquer necessidade com exigência de resultados técnicos. Externamente pode ser usada como revestimento de pisos, recomendável inclusive por seu alto grau de antiderrapância, e no caso de fachadas externas aderidas, por ser o único revestimento extrudado técnico que consegue apresentar Certificado de Anti Pichação, além de ser resistente às chuvas ácidas, e por apresentar limpabilidade plena e total, comprovada em laudos e ensaios.

6. A relação custo-benefício do revestimento cerâmico técnico da Portceramic –KERATEC – é de fato a melhor? Por que?
Nosso preço de ponto de partida costuma ser mais elevado que os similares nacionais. Porém, se você evoluir para uma relação custo-benefício, envolvendo o uso de argamassa industrial, você verá que se gasta menos para assentar o nosso produto do que os nacionais. Nosso revestimento não têm absorção, portanto não “chupa” a água da argamassa para dentro dos poros. Você também gastará muito menos rejunte técnico, pois enquanto os concorrentes necessitam de 08 a 10 milímetros de berço para a junta, pois não são calibrados, o nosso necessita de no máximo 04 milímetros de espaçamento. Lembrando que argamassa industrial e rejunte técnico são produtos com valor agregado alto. O fator final que têm de ser levado em consideração, é o custo do assentamento – nos produtos nacionais e que não são calibrados, o custo hora será mais elevado, pois o assentador terá de “galgar” todo o material o que alonga o tempo de assentamento consideravelmente e que vai refletir no custo. Nosso KERATEC é calibrado, é um porcelanato e deve ser assentado como tal, sem problemas de separação ou de abertura de juntas, portanto muito mais rápido de ser realizado e consequentemente mais em conta. No final, certamente, nossos produtos vão proporcionar uma diferença entre 20% a 30% de economia na orçamentação e na obra como um todo.

Saiba mais sobre Márcio Bradaschia
É profissional de Marketing e Administração de Vendas pela FAAP | UNAERP, ex-gerente nacional de Vendas NBK Hunter Douglas, ex-gerente regional, gerente nacional de Vendas e Diretor Comercial da GAIL Cerâmicas e atual Diretor Operacional da Portceramic Revestimentos Técnicos Cerâmicos.