O que é porcelanato técnico extrudado ou revestimento cerâmico técnico?

29 de maio de 2018 • Por: Portceramic Brasil

Áreas de alto tráfego, que precisam estar livres de germes ou que necessitam ser resistentes à ação de agentes químicos corrosivos. Esses são alguns locais com indicação para o uso do porcelanato técnico extrudado ou, como também é conhecido, revestimento cerâmico técnico. Esse tipo de piso tem conquistado espaço especialmente em setores da indústria e comércio em função de sua aplicabilidade e resultados proporcionados.

Mas, na realidade, do que se trata? Nós vamos ajudar você a entender o que é e quais as possíveis aplicações desse tipo de material.

O porcelanato técnico extrudado, embora em uma análise superficial possa ter a aparência semelhante a de um piso comum existente no mercado e utilizado em obras residenciais, possui um método especial de fabricação que o difere da maneira como são feitos os pisos comuns. Os melhores exemplares de revestimento cerâmico técnico são aqueles obtidos a partir de matérias-primas de extrema qualidade.

No processo de fabricação, esse material é submetido primeiramente à moagem pelo sistema chamado de “reduzida granulometria”, ou seja, os grãos ficam em tamanho mínimo. Isso é importante nos passos que seguirão. A matéria-prima então é conformada por elevada extrusão, um método no qual o material é forçado na passagem por um orifício e assim ganha a forma e características específicas desejadas.

 

Processo torna o material mais resistente

Com isso, o material se torna menos poroso e mais uniforme, o que o torna também mais resistente. Por fim, o produto resultante desses processos iniciais é levado para cozimento em fornos de alta temperatura, o que confere à peça final características físico-químicas únicas, que o tornam de elevada qualidade e o indicam para utilização em condições extremas de peso, temperatura e mobilidade, entre outras.

Mas, por que tantos critérios na fabricação de um piso?

Para que ele possa oferecer condições ideais de operacionalidade. Utilizemos como exemplo uma indústria do segmento de cervejaria, um dos públicos consumidores de porcelanato técnico extrudado. Os tonéis ou tanques que armazenam o líquido são estruturas pesadas por natureza, que, ao receberem a produção para o tempo de maturação, aumentam e muito a carga que fazem sobre o solo. Se o revestimento colocado naquele local for simples, certamente não resistirá e logo trincas surgirão. Há ainda o risco do solo debaixo desses tanques não suportar tanto peso, ceder e, como consequência, afetar a função do equipamento e causar prejuízo ao empresário.

 

Porcelanato técnico extrudado reúne características especiais

É justamente aí que entra o porcelanato técnico extrudado. Alguns modelos possuem a característica de suportar grande peso e, neste caso, se tornam a melhor indicação. Essa resistência vem justamente do processo de fabricação. Da mesma forma, o porcelanato técnico extrudado também é indicado para indústrias nas quais há riscos de derramamento de produtos químicos no chão. O revestimento cerâmico técnico é capaz de impedir que esses produtos infiltrem e causem manchas ou danos comuns da ação de agentes corrosivos.

Outra característica encontrada no porcelanato técnico extrudado é sua capacidade de ser antiderrapante e, ao mesmo tempo, fácil de limpar. Isso o torna eficiente em áreas de frequente inundação. Alguns tipos de indústrias convivem com chão úmido praticamente o tempo todo e manter seus funcionários em segurança se torna um desafio que o revestimento cerâmico técnico ajuda a resolver.

Vale ressaltar que dificilmente consegue-se reunir essas funcionalidades – ser antiderrapante e de fácil limpeza – em um mesmo piso comum, ainda mais com eficácia comprovada.

 

Tratamento garante função germicida do produto

O porcelanato técnico extrudado extrudado tem ainda uma vantagem adicional sobre a qual falaremos em detalhe nos próximos posts. Ele é capaz de disponibilizar no mercado produtos sem os chamados “cantos vivos”, oferecendo a alternativa de acabamento abaulado, ou seja, em curva. Isso é de grande importância para setores nos quais é essencial evitar qualquer tipo de contaminação, especialmente as causadas por acidentes com os trabalhadores.

Por sinal, no quesito contaminação, o porcelanato técnico extrudado também é um grande aliado da indústria. O produto recebe um tratamento, no seu processo de fabricação, que sela os poros do material e o torna impermeável. Desta forma, como não absorve umidade, ele não prolifera fungos e bactérias, tornando-se antibacteriano e germicida. Para a indústria de alimentos, por exemplo, isso é tido como primordial.

 

Onde o porcelanato técnico extrudado pode ser aplicado?

Considerando as possibilidades de aplicação e a funcionalidade do porcelanato técnico extrudado como solução de problemas técnicos, são diversos os segmentos que podem ser beneficiados pela inovação. Listamos alguns deles:

  • Cervejarias;
  • Cozinhas industriais;
  • Supermercados;
  • Laticínios;
  • Indústria química;
  • Laboratórios.
  • Engarrafadoras
  • Galvanoplastias
  • Siderúrgicas
  • Refeitórios
  • Agências de Automóveis
  • Escolas
  • Câmaras Frigoríficas
  • Restaurantes
  • Shoppings Centers
  • Refinarias

 

Diferenciais e características do porcelanato técnico extrudado

Podemos dizer, então, que o porcelanato técnico extrudado ou revestimento cerâmico técnico possui diferenciais em sua fabricação:

  1. Matéria-prima especialmente selecionada;
  2. Moagem de reduzida granulometria;
  3. Processo de extrusão;
  4. Tratamento físico-químico especial.

E que possui características que podem ser úteis especialmente a setores industriais e comerciais como:

  1. Resistência a grandes cargas;
  2. Suporte a grande fluxo de pessoas e equipamentos;
  3. Resistência a agentes químicos corrosivos;
  4. Capacidade antiderrapante;
  5. Fácil limpeza.

 

keratec